sábado, 20 de fevereiro de 2016

Brasil: País sem inimigos?... Não aposte nisso.

Que o Brasil é um país que não está em guerra com nenhuma outra nação desde a II Guerra Mundial, isso é óbvio.

Mas, vocês acham mesmo que o Brasil é um país sem inimigos?

O Brasil não possui inimigos DECLARADOS, até porque uma declaração de inimizade é praticamente uma declaração de guerra. E por mais poderosa que seja a nação em questão, entrar em guerra contra o Brasil sem uma razão explícita e plenamente justificável, seria um desastre diplomático.

O Brasil é um dos países que possuem maior soft power no mundo, poucos são os países que não recomendariam o Brasil para algum negócio ou acordo, por razões que não fossem puramente técnicas.

Mas a ruptura de relações com Israel provou que o Brasil pode possuir inimigos VELADOS. O Brasil não aceitou como embaixador de Israel em Brasília um carrasco do povo Palestino, e Israel já mostrou suas presas, novamente acusando o Brasil de "Anão Diplomático". A birra de Israel com o Brasil não é de hoje. Desde o primeiro governo Lula que o Brasil tem se inclinado mais favoravelmente à questão Palestina, e tem mostrado uma certa opinião própria. A primeira Embaixada da Palestina no mundo foi aberta aqui, aliás.

Mas até então, Israel estava quieto, pois tinha negócios com as Forças Armadas, em especial no que tange em respeito dos aviônicos da Aeronáutica. Resta saber como o Brasil vai se virar nesse imbróglio, se vai nacionalizar a AEL/Aeroeletronica, que atualmente é de propriedade da israelense Elbit, ou se vai atrás de novos fornecedores, de preferência vindos dos países BRICS.

Mas não é só Israel que está querendo ver o Brasil pelas costas. O Canadá já teve uma rusga devido aos jatos da Embraer estarem sendo comprados por antigos clientes da Bombardier canadense, a Austrália é principal rival do Brasil no mercado de carne bovina, e nem precisamos mencionar EUA e Reino Unido, né? Vale lembrar, o Brasil agora faz parte do BRICS, o grupo de países que está fornecendo uma alternativa às políticas do eixo EUA/UE, então com certeza, o Brasil tem inimigos velados, que farão de tudo para desestabilizar este país em vias de enfraquecer o BRICS.

Estejamos atentos.

3 comentários:

  1. Certamente existem disputas muito fortes no cenário econômico mundial entre o Brasil e outras nações, no entanto no mundo no qual vivemos hoje dizer que esse fato é motivo para torna nações competidoras inimigas é um tanto equivocado, não estamos mais no seculo XIX e inicio do XX. Sobre a questão Israel-Palestina é só mais um dos vários desastres diplomáticos internacionais no qual o governo LULA/DILMA colocou o povo brasileiro, fechando as portas do Brasil para países que são símbolo de liberdade e prosperidade como Israel e fazendo acordos e ligações com os piores e mais nojentos governos do mundo como Irã, Venezuela, Cuba e etc, há até mesmo especulações sobre ligações do governo Dilma com o grupo islâmico terrorista hamas.

    ResponderExcluir
  2. Certamente existem disputas muito fortes no cenário econômico mundial entre o Brasil e outras nações, no entanto no mundo no qual vivemos hoje dizer que esse fato é motivo para torna nações competidoras inimigas é um tanto equivocado, não estamos mais no seculo XIX e inicio do XX. Sobre a questão Israel-Palestina é só mais um dos vários desastres diplomáticos internacionais no qual o governo LULA/DILMA colocou o povo brasileiro, fechando as portas do Brasil para países que são símbolo de liberdade e prosperidade como Israel e fazendo acordos e ligações com os piores e mais nojentos governos do mundo como Irã, Venezuela, Cuba e etc, há até mesmo especulações sobre ligações do governo Dilma com o grupo islâmico terrorista hamas.

    ResponderExcluir
  3. Israel, símbolo de LIBERDADE?!? Com os judeus demolindo casas dos palestinos e escorraçando-os de suas próprias terras?
    Até onde vai tua cegueira?
    Qualquer acordo no qual o Brasil seja atuante e não mero obediente às ordens alheias é um acordo vantajoso para o Brasil. Não importa se é com Cuba, Venezuela, Irã, Tonga , Gabão ou Palau. Se você acha o Irã nojento, você não conhece a Arábia Saudita, um país onde mulheres são proibidas de dirigir e o abandono da religião é punido com a MORTE. E quem é o maior parceiro da Arábia Saudita? OS ESTADOS UNIDOS!!!
    Analise a situação sob uma ótica técnica e fria, não apenas sob uma ótica abtipetista, sob a qual o PT é responsável por todas as desgraças deste país, ignorando-se as merdas dos governos anteriores.
    O Brasil na era Lula foi o ÚNICO país a ter relações diplomáticas com Israel e Irã ao mesmo tempo.
    Reavalie tua postagem e encontre as falhas na mesma.

    ResponderExcluir